domingo, 4 de abril de 2010

Desabafo

... Desculpa! Hoje não posso ser seu objeto, posso ser outro dia, quem sabe! Não quero e nunca quis ser mais uma pessoa na vida das outras pessoas; mas o fato é que um dia você cansa... Cansa de ser humilhada pelo silêncio alheio, e preocupar-se com o outro não significa que ele vai se preocupar com você!

E o que outro fará? O outro te julga, mas te julga porque não sabe o que você sente, e todas as vezes que você tentou dizer, o outro não quis te ouvir. O egocentrismo é algo que o domina e falar de si o faz maior e mais forte, o faz melhor. Você dá o seu melhor, o seu colo, o seu abrigo; e só será lembrado quando o vácuo vier e o único nome que virá como Resto será o seu.. E sim, ele te procurará!

Eu sinto muito; mas corri atrás do que é meu, e lutei por tê-lo; olhem-me de rabo de olho e me julguem o quanto quiser... Eu nunca quis ser um alvo de críticas, mas os elogios não me engrandecem! Quero e desejo com todo o meu carinho e respeito, que aqueles que me criticam porque eu mudei meu modo de pensar, vão a puta que os pariu e que tenham um pouco mais de amor em si, fazendo então, uma troca justa de conhecimento.

Não vou ficar repetindo que conhecer o que os outros têm a dizer é cultura ( e dependendo de quem, é cultura inútil); e que seja! Eu não vou ficar desabafando aqui! Vou me remoer e fingir que nada aconteceu... Vou fingir que não tem ninguém me odiando por eu não ter dado um abraço e ouvido falar por horas no meu ouvido, ou por eu estar com alguém que outro pessoa não queria que eu estivesse.

Vamos! Mexam-se! Eu liguei o meu foda-se para vocês! Que de idiota já me basta a ignorância que sai das suas bocas, e quietos vocês me parece mais inteligíveis!

Um comentário:

Angélica de Brito disse...

E para não perder o costume, você disse muito bem dito!
Acho que já estava engasgado, não?!
Minha Cuu!! <3