domingo, 20 de maio de 2007

Deixe aonde está!

Mesmo inacabado junto ao tempo
Não tente descobrir o que acabou!
Reacenda as luzes, deixe os sonhos,
Não acorde o que adormeceu!

Deixe no passado as lembranças,
Que caminhe por lá os nossos dias!
Que o seu desejo de desespero se realize
Junto à euforia de estar sozinho!

Que nas vagas noites de solidão
Você possa entender que terminou...
Perto do alívio incompreendido,
E de suas derrotas finalizadas!

E por fim, que descubra uma nova chance,
Com uma nova vida, um novo alguém!
Que a euforia se acabe, a tristeza se vá
E que não sobre Ninguém!

Um comentário:

Marcela disse...

Mila,

Adorei o seu blog...Está muito bonito...gostei mesmo!
Muito legal e interessante o seu trabalho...A cada dia que passa seus poemas ficam melhores...continue assim...e boa sorte...que você está no caminho certo... ^^

Beijinhossss...te amo bebê!

Máh